domingo, 30 de dezembro de 2012

¡Snow Patrol en Buenos Aires!

Relato de uma brasileira num show de uma banda irlandesa na Argentina. jeje
Fotos by me
Pois é, ainda não postei sobre isso aqui. Aproveitar pra postar ainda em 2012! Já teve todo aquele blablabla de fim do mundo, perdemos o gênio Oscar Niemeyer, a grande Dona Canô, já passou natal, e eu não postei sobre isso ainda. Isso acaba me fazendo ficar nostálgica, ano de 2012 até que foi ótimo em quesitos de shows e diversão, e pensar que comecei o ano achando que iria só no Lolla... hehehe
Bom, um dos motivos que me fez ver o show do Juanes em Buenos Aires foi o show do Snow Patrol em 07/10/12, já que a minha irmã queria uma companhia pra ir pra Buenos Aires, passar o aniversário dela lá e de quebra, ir ao show do Snow Patrol.
Claro que fui no show do Snow Patrol também, e não foi nenhum sacrifício (rs), já tinha visto o show deles no Festival Natura Nós em 2010, e não ia conseguir ir nos shows da turnê Fallen Empires no Brasil que foram apenas em dias úteis.
O show, assim como o do Juanes, foi no Luna Park. Já falei por aqui como adoro esse esquema de show, basta chegar alguns minutinhos antes e seu lugar tá lá marcadinho. Tinha uma banda de abertura tocando, mas estavam tendo problemas no som e o show acabou antes, uma pena, a banda era bacaninha.
Tivemos um probleminha somente na retirada dos ingressos, já que primeiramente o show seria em outro lugar, e assim, mudou a empresa que vende os ingressos, mas depois deu tudo certo.
Hands Open abriu o show e aí as cadeiras do Luna Park serviram apenas pra marcar o lugar, porque ninguém mais ficou sentado.
Take Back the City foi bacana, tanto pra eles que estavam voltando pra Argentina, onde foram bem recebidos, e pra gente, que tava naquela ótima cidade novamente!

Ele dedicou This Isn't Everything You Are para os argentinos, já que o clipe dessa música foi gravado em Buenos Aires, com imagens de tango. “this beautiful dance that irish people can´t dance”
Gary brincou com o público, teve problema na voz, e aí um cara na plateia jogou uma balinha para ajudar, só que a bala foi na cara dele, e Gary pra zoar, agradeceu o gesto do cara com o “tiny penis” hauahaua
Em Shut Your Eyes fez uma brincadeira com o público, fazendo o Luna Park sussurrar a música! Meu vídeo:
Minha irmã um momento levantou um cartaz, mas até nisso o público argentino é bacana, eu pedi pra ela abaixar, pra não incomodar os outros, aí a menina que tava atrás perguntou o que estava escrito no cartaz, minha irmã disse “It´s my birthday”, a menina pediu pra ela levantar mais alto, e quando o Gary mandou um “Happy Birthday” pra ela, a menina de trás ficou mais contente que minha irmã, ficou até pulando! hauahaua... eu tava filmando bem no momento que o Gary aponta pra gente, até tremi. kkkk
Já que ficamos na frente do Pablo, acabei prestando mais atenção nele, gostei, simpático (hauahuaa), tadinho, ficava tímido quando ia tirar foto dele. E também, tá bem melhor que aquela versão gótica que ele era. hauahuaha
Run, Chasing Cars e Open Your Eyes fizeram um lindo coral no público, bem bonito!
Minhas preferidas foram Chocolate, You´re All I Have, Called Of The Dark (só faltou a dancinha do Gary hauahaua) e Hands Open.
Setlist que a minha irmã ganhou
As camisetas da turnê do Snow Patrol também estavam a venda, e lá na Argentina tinha modelos baby looks pras mulheres, e ainda, mais barato, detalhe que eram as mesmas camisetas!! Lá custava 100 pesos (nem 50 reais), e aqui na turnê no Brasil estava R$ 80,00, e aqui além dos espaços escondidos para a venda, só tinha modelos masculinos. Deixei pra minha irmã comprar aqui no Brasil uma pra mim, e além de pagar mais caro, fiquei com uma camiseta sacão! hauahaua

Como o Luna Park é num quarteirão, foi só sair, contornar o “estádio” e esperar um pouquinho pra pegar autógrafos deles. No meu cd consegui do Jonny, do outro Johnny (rs), do Pablo e do Tom, faltou do Nathan que sempre foge nessas situações, e do Gary, que chegou bem perto, mas bem na hora foi chamado pra ir embora. Mas aí como a minha irmã deu uma de stalker e foi nos 3 shows deles na turnê do Brasil, conseguiu os que faltavam. Gracias! Agora tenho um cd internacional todo autografado. hehe
E fico feliz que os shows no Brasil fizeram sucesso e tiveram boa repercussão, apagou aquela péssima imagem deixada para a banda do público (não da banda para o público) no Rock in Rio, em que colocaram eles pra tocar para um público pouquíssimo receptivo do RHCP.

Ahh, um serviço de utilidade pública: Para você que está pensando em comprar uma câmera da Nikon, fica aqui minha reclamação, elas são uma merda para gravar shows, tive uma péssima experiência tanto nesse show, quanto o do Juanes, no Planeta Terra... a imagem é em HD, mas já o microfone... e não é culpa do som do lugar, porque câmeras da Sony no meu lado fazem vídeos com sons bem melhores. E o pior que fui buscar vídeos no Youtube de vários modelos da Nikon, e também, com o mesmo triste resultado. Deveria ter pesquisado isso antes... fuuuu

Já que são as últimas horas do ano, então, ficam aqui meus desejos de um excelente, saudável, sortudo, rentável e divertido ano de 2013 para todos!! E espero que seja mais um ano que me dê motivos para postar aqui! ;-)

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Planeta Terra Festival 2012!!

20/10/2012, mais um dia daqueles!!
Depois de ter curtido muito a edição 2011 do Planeta Terra, e de ter me arrependido de não ter ido às edições anteriores, comprei o ingresso pra edição de 2012 já na pré venda, quando até então só tinham anunciado Kings Of Leon entre as principais atrações. E ainda depois eles anunciaram Kasabian, Garbage e Suede! Uma pena (que dó que dó!!) que Kasabian acabou cancelando nos últimos momentos, é o que dá neh Sergio?? Essa vida de "drogas e rock’n’ roll", fica doentinho e aí não consegue se recuperar fácil! Uma pena, tava doida pra ver o show deles.
Kings Of Leon (Todas as fotos by me)
Esse ano o Terra não foi no Playcenter, já que está fechado para reformas, pra mim o Planeta Terra é mais Planeta Terra no Playcenter. Foi no Jockey Club de São Paulo, tá certo que lá tem bem mais espaço, melhor localização, estrutura ainda melhor, mas me dava a sensação que tava no Lolla, rs.
Adorei o horário de início do festival, ás 13hrs já tinha banda tocando no Indie Stage, mas só dei uma voltinha pelo festival e já fui direto pro Main Stage, no lado esquerdo do palco. Esperar na chuva, que as 15:15 começou os shows por ali, com a Mallu.

Mallu
Mallu Magalhães
Mallu Magalhães não é mais a mesma menininha que surgiu no cenário musical lá por 2008, seja pela roupa, cabelo, dancinhas no palco, ou até mesmo pelas músicas, mas ainda continua com aquele ar meio tímida (ou até mesmo humilde) no palco.
Depois de ter que parar a música Ô Ana por problemas no som, quando ela recomeça a música, começa a chorar e o rímel fica marcado no rosto dela, tadinha, fofa.
A Mallu tem uma voz excelente, poderia forçar muito mais, ela fez o cover de All of me, e ficou ótimo, baita voz. A menina (pra mim sempre será assim rs) continua muito talentosa, seja no violão, no teclado, cantando, mas ainda prefiro a Mallu do 1º cd, do tempo que não existia o Marcelo Camelo na vida dela. hehe
O nome do show é o mesmo do disco dela, Pitanga (até no palco tinha uma inflável). Adorei o cover de Manu Chao - Me gustas tu e a dela Sambinha Bom. Um show bonitinho, mas pelo talento dela e da banda que acompanha, poderia ser ainda melhor.
Vídeo do Terra > Velha e Louca

Best Coast
Best Coast
A banda californiana começou o show debaixo daquela chuvinha chata, e terminou o show no sol. É uma banda simples, sem estrelismo nenhum, o próprio Bobb Bruno e os outros músicos da banda passaram o som e ajeitaram os instrumentos na frente da galera depois do show da Mallu. A vocalista e baixista (e em algumas músicas guitarrista) Bethany Cosentino tem uma voz bacana no palco e é bem simpática, até aceitou pedido de casamento de um rapaz do público.
É um show leve, apenas pra divertir, já que as letras são beeem simples, dá pra decorar praticamente todas só de ouvir 1 vez. hehe
Vídeo do Terra > Boyfriend

Suede
Suede
Cheguei em SP sábado de manhã ouvindo Suede, e na hora que tava descendo a rampa em Congonhas tava tocando Trash no fone de ouvindo, juro que me deu vontade de sair por ali pulando, mas eu sou tímida pra essas coisas! kkkk
Tive que ouvir muito em casa sobre esse show, e não só de agora, de vááários anos já! E agora, pronto, Suede finalmente veio para o Brasil, e fez um baita show!! Brett Anderson de certo tava pensando, já que colocaram a gente pra tocar a tarde, vamos fazer um show pra ser memorável, e conseguiram!! Já de cara She, Brett pulando, presença de palco enorme, rodando o microfone, chamando a galera!! O problema era conseguir tirar uma foto decente do Brett, o cara não fica parado! hehe
Um jornalista comentou que o show do Suede foi morno. Morno??? Onde esse cara estava na hora do show? Se ele estivesse lá na frente, no meio da galera, teria uma visão totalmente do que realmente foi o show. Tinha gente próximo a mim no show do Suede que nunca tinha ouvido falar (sim, tinha pessoas assim!!! A maioria pirralhada fãs de KOL) e durante o show estavam lá pulando também.
Coisa linda esse show!! Everything Will Flow, The Wild Ones, coisas lindas!!! Brett descendo pra galera em Saturday Night, pena que na nossa frente na grade estavam uns c*zões que não tavam nem aí pro show, aí o Brett só parava na frente de quem tava cantando, óbvio.
Ouvi Filmstar ao vivo!! Clááássico dos anos 90!! We Are the Pigs, Can´t Get Enough, So Young...
Viu Planeta Terra?! Quando os fãs do Suede reclamavam do horário de escalação da banda, ou do tempo de show, ou do espaço de divulgação da banda nas propagandas do festival, não era (só) puxa-saquismo de fã, era porque a banda merecia tal espaço, Suede fez um tremendo show!
Não desmerecendo de jeito nenhum os outros shows, mas o show do Suede foi o melhor da noite na minha opinião.
E agora, mais uma música pra lista das músicas tops que já ouvi ao vivo, Beautiful Ones, coisa linda!! La La la La La La La...
Domingo ficamos matando tempo no Morumbi Shopping e depois fomos no hotel que todas as bandas estavam (menos o KOL, óbvio hehe), e descobrimos que o Suede e o Garbage tinham saído uns 15 a 30 minutos antes, e tiraram fotos e conversaram com as 3 pessoas que estavam ali, ai que raiva!! Por minutos! mimimi rs
Vídeo do Terra > We Are The Pigs

Garbage
Garbage
Ouvia bastante Garbage na minha infância/adolescência (hehe), fiquei feliz por eles tocarem no Terra, mas não tava tão empolgada assim para o show deles, ou achava que não estava, até o show começar e ouvir Automatic Systematic Habit, galera toda (ou quase toda, sempre tem uns fãs c*zões do headliner neh) pulando.
Ouvir os já clássicos Stupid Girl, I Think I´m Paranoid, Only Happy When It Rains, Queer,... não tem preço!
Shirley Manson é diva!! O mundo precisa de mais Shirleys e menos Katy Perrys, Rihannas, Lady Gagas.... e todas essas porcarias coisas todas. Shirley canta, dança, anda de um lado para o outro no palco em todas as músicas, canta olhando para o público (ela fez tipo um “yehhh” pra mim!!! *-*), arrebenta ao vivo, sem backing vocals, sem playbacks (utensílio típico das inúmeras “cantoras” sem talento de hoje em dia hein), 46 anos, ficava fazendo pulinhos de boxeadora entre as músicas, uma simpatia!
Butch Vig falando com a galera
Eu quero seguir o melhor conselho que já ouvi num show, e foi o da Shirley, de que não existe nada melhor do que uma vida de músico, de viajar pelo mundo, conhecer pessoas, e que se a gente tem a mínima vontade de ter uma banda, deveríamos começar amanhã, na verdade no domingo, já estou atrasada. rs
Triste foi ter que ouvir depois que eles tocaram Stupid Girl uma fã pirralha do KOL dizendo “é, até que essa banda tem umas músicas legaiszinhas”... what??!! Vai no Planeta Terra e nunca tinha ouvido falar do Garbage... oh God! Geração perdida!
Agora quero ir num show só do Garbage!!
Vídeo do Terra > Cherry Lips

Kings Of Leon
Kings Of Leon
Segundo o Caleb, o Planeta Terra foi a melhor plateia deles até então nesse ano, kkkkk, detalhe, o KOL só fez 2 shows esse ano, esse, e um nos EUA. kkkkk
Ok, mas brincadeiras a parte, o público realmente foi excelente!! Assim como a banda, perfeita ao vivo. Esse foi o meu primeiro show deles (shame! Eu sei), isso que eles já vieram em 2005 no Tim Festival e em 2010 no SWU, mas naquela época eu tinha preguiça dessas coisas (hauahaua), mesmo tendo companhia pra ir nesses shows, já que as minhas irmãs foram nos 2.
Já de cara Molly Chambers!! Nem consegui escolher minha favorita no show... Four Kicks, Back Down South, Sex on Fire, The Bucket, Black Thumbnail... e ainda tinha gente que tava lá só pra ouvir Use Somebody, really??!
O som deles ao vivo é p h o d a!! Caleb deu uma de humilde e pediu desculpas pela voz dele, já que esse era o segundo show deles no ano, nem precisava, a voz dele tava ótima, daquele jeito característico, deu uma leve arranhada numa das músicas do bis, mas nem dá nada pra quem força tanto a voz como ele. 
Matthew com aquela cara de pirralhinho, toca que nem gente grande, Nathan também! O namorado da minha prima que é baixista fala que baixista que toca de palheta é cuzão, mas nesse caso, temos que abrir uma exceção para o Jared neh?! porque o KOL não seria o mesmo sem o som do baixo dele, tão característico quanto a voz do Caleb. 
Eles riam um para o outro, conversavam entre si nos intervalos das músicas, tavam mais soltos, alegrinhos, rs. Baita, baita show!! Só faltou Pistol of Fire... aaaaaaiiiiiiiioooooo!! rs
E 1º de dezembro eles já estarão pelas redondezas, show na Argentina.
Vídeo do Terra > Molly Chambers

Aí no final dos shows só conseguia pensar, caramba, se ainda tivesse Kasabian acho que não ia conseguir sair andando daqui! hehe Já tava totalmente moída com os shows do Suede, Garbage e Kings Of Leon pulando e de ficar quase esmagada na galera, imagina se tivesse Kasabian.
Fiquei com pena de quem desistiu de ir no festival só porque o Kasabian cancelou, perderam excelentes shows.
Brett Anderson na galera (Print de um vídeo meu)
Ainda teve The Maccabees (vi eles no domingo pegando a van pra ir embora do hotel), The Drums, Gossip (Beth beijando a galera da primeira fila, berrando “OIOIOI” Brasil hauahauaha), Little Boots, Banda Uó, Madrid e Far From Alaska no Indie Stage, mas é uma pena que não deu pra ver nada deles.

Organização do Planeta Terra manteve sua ótima reputação, tanto em questão de atendimento, banheiros, venda de bebidas, comidas... E agora até objetos do festival eles estão vendendo! RIR e Lolla feelings?! rs
Shirley Manson (Print de um vídeo meu)
Adorei o clima de “coleguismo” dessa edição também, fãs do Suede, Garbage, KOL, Best Coast se revezando em lugares pra ficar mais perto do palco, uns segurando cartazes para os outros, tirando fotos, filmando... só não gostei de alguns fãs (os pirralhos, ou melhor pirralhas – que só foram lá pra ficar berrando Caleb Lindo e estragando os vídeos alheios, e também que só queriam ouvir Use Somebody).

Agora e esperar e ver o que o Planeta Terra trará na edição 2013!

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

¡Juanes en Buenos Aires!

No creo en el jamas!!
Relato de uma brasileira num show de um colombiano na Argentina. jeje
Print de um vídeo meu
Que te puedo decir?! Estoy muy contenta!!! jejeje
Há alguns meses, minha irmã pediu pra ir junto com ela pra Buenos Aires, pra comemorar o aniversário e de quebra, assistir uma das bandas favoritas dela, Snow Patrol no dia 07/10. No início nem queria ir, mas promoções de milhas, e quando vi que no facebook do Juanes tinha um evento de show dele em Buenos Aires no dia 06/10 me animei, aí depois de alguns dias, fui ver na agenda dele e só prestei atenção no show que ele faria no dia 02/10, e achei que nem teria mais o dia do 06, já tinha até me conformado que não teria show; Aí minha irmã avisa que teria o show no dia 06 mesmo, e no mesmo dia compro o ingresso, só pra 7ª fila pq os outros assentos já estavam cheios, mas mesmo assim, um ótimo lugar pra ver esse tipo de show, Unplugged.
Todas as fotos by me

Agora tentei lembrar a primeira vez que ouvi Juanes, quando conheci ele, mas não consigo, acho que foi em... caramba, já faz alguns vários anos! E agora pude ir num show dele!! Depois de ter ganho uma promoção do Portal Freakout pra ver ele no Pocket show que ele fez em 27/06 no Teatro Geo em São Paulo, o resultado seria divulgado numa sexta, acabou divulgando na segunda a noite, fui saber na terça, buscando pelo twitter, no site deles não tinha a notícia, e aí já não conseguiria comprar passagem e tudo para poder ir no pocket que foi numa quarta. Só fui ver depois de dias a mensagem que me mandaram no Face, foi cair em Outras Mensagens ...mas dá nada agora, vi um show inteiro, 2 horas de música de qualidade e num ambiente super agradável!!


Sempre acostumada com a maioria dos shows no Brasil, em que tem que chegar cedo pra pegar um bom lugar, lá não, bastou chegar alguns minutinhos antes, lugarzinho já marcado, assistir uma banda de abertura argentina bacana (que não peguei o nome, não falaram quando acabaram o show – me lembrou um pouco Efecto Mariposa, Amaral...), depois assistir Vicente Garcia da República Dominicana (que está acompanhando a turnê do Juanes) tocar 3 músicas. 
Ay Dios mio papa!
O show do Juanes é uma delicia de se assistir, baladinhas, músicas mais dançantes, Juanito interagindo com o público, simpático, carismático, talentoso, vozerão ao vivo. É uma pena que em algumas músicas que eu tava doida pra ficar em pé, o povo permanecia sentado, aí com vergonha, ficava sentada também, mas nas músicas que eu mais queria deu pra ficar em pé!


O setlist passa pelas principais músicas da carreira do Juanes, e por quase todas as músicas do cd/dvd Tr3s Presents Juanes: MTV Unplugged - Gravado em 01/02/12 em Miami e lançado em 29/05/12 - e dirigido pelo grande Juan Luis Guerra. O disco está concorrendo a 5 Grammys Latinos: Álbum do ano, Melhor vídeo de longa duração, Gravação do ano e canção do ano, e Juan Luis Guerra como produtor.
E se engana quem acha que ver um show desses, Unplugged, é o mesmo que assistir o dvd, sim, a qualidade é a mesma que no dvd, mas ao vivo é ainda melhor, Juanes é um verdadeiro artista, presença de palco incrível, e sem contar que está muito bem acompanhado pela sua banda. 

Primeira música da noite foi Fíjate Bien, depois La Paga, a sequência certinha não lembro mais, e não tô encontrando...
Para mim, o destaque ficou com Nada Valgo Sin Tu Amor, adoro demais essa música, letra “simples” (modo humilde de dizer, rs), mas tremenda! Adoro a mudança de ritmo que a música tem!
Juanes tocou a nova (e ótima) La Señal, música escrita por ele e Juan Luis Guerra para o dvd Unplogged.
Azul Sabina é uma delicia de se ouvir ao vivo, a música foi escrita por Juanes, Juan Luis Guerra e Joaquín Sabina também para o dvd Unplugged, e está concorrendo ao Grammy Latino de canção do ano. Claro que faltou a participação do Sabina, mas mesmo assim ficou muito fofo!

... dead!
Juanes tocou a nova Dime, e como ele disse, tocar músicas primeiro em shows para ele é como tocar para amigos em sua casa. Gravei, mas o microfone da minha câmera ferrou com o vídeo, uma pena!
video
Pedacinho que prestou de Dime. #MáquinaFail

Nunca fui muito fã de Para Tu Amor, acho que é porque é a música mais popular do Juanes no Brasil (já que foi tema de novela, se não me engano foi em Páginas da Vida hehe), mas ao vivo ela fica muito mais linda, me encantó!

video
Um dos únicos vídeos que ficou com um som até que descentinho, mas o foco não ajudou.

Tava doida pra que ele tocasse Fotografia, e ele tocou!! Não teve Nelly Furtado nessa versão, mas quem fez o dueto com ele foi a backing vocal dele, ficou bacana!
Adorei também Me Enamora, Juanes brincando nos acordes iniciais, e no meio da música deixando os integrantes da banda se "apresentarem", mas gostei principalmente porque foi a música que tomei coragem e fiquei a música inteira em pé (o povo da frente permanecia sentado, a moça do meu lado sempre se levantava, aí me juntei a ela hehe), e com miradas do Juanes pra mim! Bah!! hehehe
Teve também Es Por Ti (com o andamento mais lento), La Camisa Negra (papa!), Yerbatero (gente, o que foi o Juanes na introdução dessa música?! Apontando direto pra uma mulher, oh God! kkkk).
No bis teve Volverte a Ver e Y No Regresas também com andamento mais lento, e Gotas de Agua Dulce e Mala Gente pra sair dançando e cantando alto!!
video

Vídeo horrível de GDAD (meu), #MáquinaFail... una lástima!

Senti falta de Hoy Me Voy no setlist, mesmo que sempre que escuto o cd do Unplugged eu passo essa pra frente, não suporto a versão com a Paula Fernandes, não somente pelo fato da versão ser mais lenta, mas pela voz da Paula, particularmente não gosto, e sei lá, não encaixa sabe?! Fico pensando na quantidade de ótimas cantoras brasileiras que poderiam ter feito esse dueto... maaas, aí é questão comercial da Universal Music neh. Então é ficar com a lembrança da versão (muito boa) com a Colbie Caillat e a versão original do disco La Vida... Es un Ratico
Por mim também o Juanes poderia somar no setlist todas as músicas do La Vida... não teria problema nenhum ter mais meia hora de show pra ouvir essas, principalmente a música tema do disco, e No Creo En El Jamás, minhas preferidas dele.
Brincando com o público em Me Enamora
E claro, a mais sentida foi Odio Por Amor, ele vinha tocando na maioria dos últimos shows pra fechar o show, mas no dia 06/10 deixou de fora, tá certo que ele tocou outras que não toca geralmente, mas não dá pra deixar essa de fora não!
Então, a despedida com o público ficou com a dançante e sempre excelente, A Dios Le Pido, ou como uma moça falou há uns anos num programa de rádio no Brasil pedindo a música, Adeus Lipídios... kkkkkkk
video

Pedaços de Me Enamora e A Dios Le Pido, o som ficou mais horrível nessas, daí tive que cortar tudo.

Adorei praticamente tudo no show, o estilo do palco, as luzes, a forma como os panos atrás iam se mexendo, a banda, os backing vocals, os metais... tudo! jeje
O som do Estádio Luna Park me pareceu muito bom lá, mas aí ao ver os vídeos da minha câmera não ficaram tão bons quando a música tinha muita bateria, acho que é coisa do microfone da minha câmera, o mesmo aconteceu com os vídeos do Snow Patrol no dia seguinte, uma pena, o mejor, una lastima. E por outros vídeos que vi do show por aí, o problema era da minha câmera mesmo, que m****!

Quero muito ir um dia no show "normal" do Juanes, um show mais "elétrico" entende?! Pra poder ficar o show inteiro em pé, bailando! hehehe
E agora é esperar que Unplugged Tour passe pelo Brasil pra poder presenciar esse ótimo espetáculo novamente... e não passou :'( 

"Volverte a ver es todo lo que quiero hacer. Volverte a ver para poderme reponer..."
"ai que raiva" rs
Juanes > Facebook - Twitter - Site Oficial

Ah, falando em show latino no Brasil, Calle 13 dia 13/11 em Sampa, pena que não vou poder ir, dia útil sabe... :'(

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Jesse y Joy

Iria fazer um post sobre o Emmy, mas ainda não assisti inteiro, tava viajando domingo e não consegui ver tudo, mas vou ver a gravação, ultimamente desisti de assistir filmes e só estou nas séries mesmo. (tá, e daí?!) hehe
Entonces... a poner un poquito de sabor guacamole por aca! jeje
Falar um pouco de música latina! Sempre ouvi muita música latina, e ultimamente mais que o normal, na verdade, não mais que o normal, sempre ouvi bastante. hehehe
E uma das bandas (ou dupla, ou como queira chamá-los) que venho ouvindo bastante e já faz alguns anos, acho que escuto eles desde 2006 ou 2007, são os irmãos Huerta, Jesse y Joy, e ultimamente escuto e muito, principalmente que finalzinho de 2011, eles lançaram o seu 3º cd, o excelente ¿Con Quién Se Queda El Perro?
Ótimas composições (pelos próprios), melodias gostosas de se ouvir, ótimos sons de violões, guitarras e pianos (guitarra e piano por Jesse), e a voz da Joy que também não tem como cansar de escutar.
PS: O Jesse é o menino e a Joy é a menina. hehe
Com o primeiro cd, Esta Es Mi Vida (esse já perdi as contas de quantas vezes escutei) de 2006, eles ganharam Grammy e começaram a marcar seu nome no cenário musical mexicano, e consequentemente, latino. Esse cd tem um dos temas da minha vida, Esta Es Mi Vida, cada frase se encaixa com a minha vida. hehe
Outra preciosidade é Espacio Sideral, aqui pra quem é “gringo”, a versão em inglês. Volveré e Ya No Quiero são outras das minhas preferidas. 
Esse disco é o mais romântico, bonitinho deles, e mesmo assim, muito bom.

"No entiendo de política, soy fan del rock and roll
Se que me critican por ser como yo soy
No vivo en el mañana yo vivo el dia de hoy
Que digan lo que quieran, yo soy como soy" (Esta es mi vida)

Também fizeram a música Esto es lo que soy, tema da novela mexicana Las tontas no van al cielo, e aí ficaram mais famosos ainda. A novela já foi exibida no Brasil. E também tiveram músicas em novela brasileira, Dulce Melodia e Mi Sol, na novela da Record “Bela, a feia”, não via essa novela, mas tocou por lá. hehe
"Un segundo en esta vida puede cambiar tu rumbo, cortar tus horas para lentamente bajar tu mundo.
Amar es el disfraz para nada llevar al limbo, perder el miedo para nuevamente trazar tu rumbo."

O segundo disco (de 2009) já veio um pouco mais, como posso dizer, elétrico?! hehe, Electricidad, mais guitarra, mas ainda com composições mais românticas. Não chegou a ter o destaque que teve o disco “Esta es mi vida”, mas pra mim continua sendo muito bom, é um pouquinho mais adulto, por assim dizer. Destaque para Si te vas, Chocolate, a própria Electricidad, a sonoridade em Quedate,... e as outras tbm. 
O clipe de Chocolate é tão tão hermoso! :-)
"Hoy dejamos todo atrás cuando amanezca veras que con luz todo es diferente" (Nuevo Día) 
"...en esta vida todo acaba. Nada que arreglar, lo hecho, hecho esta, la fiesta ha sido cancelada." (Nunca dijo que no!)
No vídeo acima, um resumo de cada música do disco CQSQEP, enquanto eles caminham.

E com o lançamento do terceiro disco, ¿Con Quién Se Queda El Perro? em 2011, eles se firmaram de vez entre os melhores artistas mexicanos (e latinos), e talvez, o melhor nome da música mexicana no momento. O disco foi gravado em Londres, e teve como produtor Martin Terefe, que já trabalhou com Paul McCartney, KT Tunstall, Jason Mraz, Martha Wainwright,...    
É só prestar atenção na sonoridade do terceiro sensillo (single) deles desse disco, La de La Mala Suerte, o som da orquestra ao fundo, coisa de primeira!

"Por qué siempre soy yo la de la mala suerte?"...
Y no, ¿y para que pedir perdón? No es correcto, no puedo compartir lo que no se me dio" (La de la mala suerte)

Composições mais pra tristes do que alegres ou românticas, claro neh, como o nome do disco sugere. O que o disco 21 da Adele tem de dor cotovelo, esse tbm tem, mas de uma forma mais “divertida” e de "bola pra frente".
Aí é difícil decidir quais músicas são as melhores nesse disco, cada uma tem uma qualidade específica, gosto de todas. E gosto principalmente do piano de Jesse nesse disco, muito mais usado, e ainda melhor sonoramente.
Aquí Voy também já se tornou tipo um hino pessoal meu, ¿Con Quién Se Queda El Perro? é excelente, assim como Cómo No, adoro o certo tom de deboche de Joy no refrão nessa. ¡Corre! não poderia ser mais triste, mas é ótima, e o clipe, ficou excelente, dirigido pelo Pedro Torres (o cara por trás de Mujeres Asesinas) e estrelado pelo "rico" Gonzalo García Vivanco (:-D)!
"Han sido tantas despedidas que en verdad, dedicarte un verso más está de más.
Así que, corre como siempre, que no iré detrás" (¡Corre)

O clipe de Me Voy ficou uma preciosidade! Eu ia escolher só um ou 2 clipes deles pra postar aqui, mas não consegui... é que eu gosto de todos, me deixa!

"Malvado lobo, te disfrasaste de indefenso animal, quíen iba a pensar...
Ay harta de ti ya estoy, me dieron fuerza las caidas y ya sanaron las heridas.
Ya no te daré lo que me pidas, te daré lo que mereces, me voy, sin decirte adiós" (Me Voy)

"Aquí voy, algo insegura pero voy haciendo malabares pa'pagar la renta de hoy.
Que venga más, yo aguanto eso y más, perdida, afinada aunque desubicada, yo llego hasta el final." (Aquí Voy)

"Jurabas que sin mi te morirías, explícame porque sigues aquí. Aquí tus palabras ya no tienen más valor, espero que aprendas tu lección. Amarra tu lengua y ponle pies al corazón..." (Como no)

"Cuanto tiempo tardará, ¿O no es para todos? ¿Por qué de mí se esconderá? ¿Dónde está?
Quiero amar y sin pensar entregarlo todo, quiero que mi corazón intercambie su lugar con el de alguien especial" (Me Quiero Enamorar)

"Se mira en el espejo sin gustarle lo que encuentra, ella quiere hacer notar que es más de lo que aparenta. Llena de inseguridad, tiene tanto para dar" (Perfecta)

E pra fechar o disco, uma música romântica das mais fofas que eu já ouvi, Una En Un Millón.
"No, no, no hay, no hay nadie mejor, eres la crema en mi café, la cereza del pastel.
No, no, no hay mejor sensación, eres el agua de mi té,té,té, por ti soy una en un millón.
Siempre presumiendo que te gusta el rock, pero sé que Arjona pone en tu ordenador..." (Una En Un Millión)

O disco está concorrendo a seis Grammy Latinos, em álbum do ano, melhor álbum vocal pop contemporâneo, gravação e canção do ano com "¡Corre!", melhor vídeo musical com "Me voy" e produção do ano pelo disco.
Agora eles estão preparando um disco em inglês, e podem ficar tranquilos que o inglês deles não é aquele inglês forçado de povo latino (do tipo “and oscars goes tuu” hehe), é um inglês soando mais ao natural, eles são filhos de um mexicano com uma americana nascida em Wisconsin (quando leio esse nome já me lembro do Ashton Kutcher berrando Hello Winsconsin em That 70´s Show hehe).
"Si tú te vas y yo me voy, ¿con quién se queda el perro? 
Si quieres llévate el Picasso, que al cabo es una imitación y dime quien se queda con los restos de este amor" (CQSQEP) 

Agora é aguardar que a turnê CQSQEP passe pelo Brasil!! Nessa semana o programa The Contdown no canal SonySpin foi com eles (geralmente esse programa mostra as bandas que tão vindo ou estão para vir ao Brasil - eu tava terminando esse post quando começou o programa). E eles também fizeram uma promoção com uma marca de automóveis no México pra fazer com que 2 fãs sejam seus empresários na turnê sul-americana e nas imagens aparece Rio de Janeiro, então Jesse y Joy, sejam bem vindos!!

Os hermanitos são simpáticos, divertidos (dá pra constar no Videoblog no canal do youtube deles), atenciosos com o público (e entre eles mesmos), talentosos, e de forma simples, fazem música de alta qualidade e ótima de se ouvir. Ah, e eles tem o Pato Juan!!
E abaixo onde dá pra acompanhar mais sobre eles:
Sitio Oficial + Facebook + Canal no Youtube + ITunes
Twitters: @jesseyjoy e @solamentejoy

Por enquanto é isso, o próximo post sobre música latina será de um cantor que estará pelas redondezas... ni puedo creer!!! Venga mi querido!! jijiji
Hasta luego!!